Suposição

0 comentários






Todos os dias ela atravessava a praça. Trajava sempre a mesma roupa. Era uma farda. Eu sempre quis saber o que havia por trás daquela mulher. Era algo diferente, certa vez ela me encarou e eu não consegui dormir a noite. Seu olhar parecia um olhar demoníaco digno de filme terror. Eu sempre quis ter coragem de dizer a ela: “Você vai morrer sozinha”. Eu tenho certeza que ela vai morrer sozinha e putrefata em rezinas odoríferas. E ninguém ouse dizer que eu sou cruel. Eu vi o olhar dela, ela já deve ter matado alguém nem que seja em pensamento. Eu já matei uma pessoa em pensamento e me arrependi logo em seguida. Ela não, deve ter pensado com vontade. Não sei quando nem como, mas aquela mulher vai morrer sozinha. Ela é só um pedaço de carne prestes a apodrecer...








 
Se você gostou desse post, compartilhe!
Digg it StumbleUpon del.icio.us Google Yahoo! reddit

Nenhum comentário para "Suposição"

Postar um comentário